Fui mordido por um cão. O que fazer?


Milhões de pessoas ao redor do mundo são mordidas por cães todos os anos. Nos EUA a estimativa é de cerca de 4.5 milhões de pessoas mordidas por cachorros, com variados graus de gravidade, todos os anos. Principalmente crianças entre 5 e 9 anos que são as mais afetadas. Em torno de 20% evoluem com infecção da ferida por conta de falta de cuidados. Isso acontece pois a mordida de um cão é uma ferida infectada, devido a presença de inúmeras bactérias da boca dos cães.


A primeira preocupação que vem na cabeça das pessoas é quando mordidas é quanto ao vírus da raiva, porém esse não é a principal complicação das mordias caninas, pois esta é uma doença relativamente rara nos dias de hoje.


As complicações mais frequentes das mordidas de cães são a infecção bacteriana da ferida provocada ou a lesão traumática da pele, músculos, vasos, nervos e dos tendões, principalmente quando a mordida é provocada por cães grandes e com músculos maxilares fortes, tais como Pitbull, Rottweiler, Mastim, Pastor Alemão e Fila brasileiro.


Mas não se engane, qualquer mordida de cachorro pode provocar infecções, pois elas inoculam bactérias naturais da boca do cão profundamente na pele, o que é mais difícil de limpar.


Então o primeiro passo ao ser mordido por um cão é limpar com água e sabão neutro a região afetada por 5 a 10 minutos.


Depois procure um posto de saúde para uma avaliação médica. Só é dado ponto em casos extremos, o ideal é tratar com antibióticos, curativos e limpeza periódica da região com água e sabão neutro. Além de ser importante também se atentar a qualquer mudança comportamental que o animal venha a desenvolver.


Uma boa semana para todos!

Equipe PERSONAL BOM PRA CACHORRO

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo