Alimentos que você NÃO deve dar para o seu cão

Quem resiste aquele olhar doce do seu cão quando você está comendo algo? Ninguém, mas devemos ter alguns cuidados com a alimentação do seu pet.


Muitas vezes essa boa intenção pode ser prejudicial para a saúde do seu animal, provocando uma indigestão, intoxicação e outros problemas de saúde.

Essa lista de alimentos devem ser evitadas para não fazer mal ao pet:


1- Leite e derivados:


Eles não produzem altas quantidades de lactase, enzima que auxilia na digestão da lactose do leite. Quando ingerido, o leite pode provocar dores abdominais, náusea e diarreia.


2- Chocolates e doces:


O chocolate contém teobromina, um derivado do cacau que leva á intoxicação grave e até a morte. Os doces são ricos em açúcar além de causar obesidade são responsáveis por formação de tártaro, cáries e até perda do dente.



3- Cebola, alho e cebolinha:


Podem causar irritação gastrointestinal (estômago e intestino), levando a danos nas células vermelhas do sangue, além de poder levar á icterícia e perda de sangue pela urina. A cebola contém tiossulfato, cachorros sensíveis à cebola podem desenvolver anemia.


4- Uvas e passas:


Esse alimento pode causar insuficiência renal.


5- Café, chá, bebidas estimulantes e outros produtos com cafeína:


Os cães são mais sensíveis aos efeitos da cafeína do que as pessoas. Se ingerir borra de café ou sacos de chá podem sofrer problemas mais graves, os sinais de envenenamento por cafeína são semelhantes ao que acontece com o consumo de chocolate.


6-Frutas cítricas e outras:


As frutas mais ácidas causam problemas digestivos, no geral as frutas podem ser oferecidas, com cuidado especial para a maçã, já que as sementes são altamente tóxicas para os cães. Em excesso, as frutas podem engordar os animais por serem ricas em frutose, um tipo de açúcar.


7- Abacate:


Nessa fruta é encontrada uma substância chamada persin, se o pet ingerir pode provocar diarreia e vômito.


8- Tomate e batata:


O tomate verde contém glicoalcalóides que são tóxicas para o cão, e a batata, principalmente a inglesa, é rica em solanina, que pode causar depressão no sistema nervoso central e distúrbios gastrointestinais.


9- Noz macadâmia:


Uma substância que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso dos cães.


10- Massas:


O fermento contido na massa crua pode se expandir no estômago do animal e causar dor ou ruptura intestinal.


11- Ossos de resto de alimentos:


Embora seja comum dar aos cães os ossos, é importante dizer que os animais domésticos podem se engasgar com eles e estilhaços que podem alojar no trato digestivo. Caso você dê a ele um osso, é melhor ficar por perto. O indicado é oferecer ossos crus, pois depois de cozidos lascam mais facilmente. Porém não faça disso um hábito, pois muitos ossos podem causar prisão de ventre.


12-Frituras e alimentos gordurosos:


Pizza, queijos, batata frita e outros itens não só causam um desarranjo intestinal como podem levar á pancreatite, inflamação do pâncreas que pode acabar em morte do animal.